quarta-feira, maio 16, 2007

E o Público a dar-lhe...

Se José Socrates, e Portugal, pensavam que a história da Universidade Independente já tinha passado, enganaram-se! O Público continua a dar-lhe... agora parece que José Socrates deu aulas na Universidade Independente e não podia. Não é que eu seja grande fan do Socrates ou que tenha pena dele... é só porque já chateia!!

3 comentários:

morpheus disse...

O caralho é que já chateia. Não se pode dizer que revelações sobre as alegações/factos de um primeiro-ministro ser corrupto, mentiroso e criminoso sejam aborrecidas.Não acho que seja algo que se possa tomar de ânimo leve. Acho que a besta se devia demitir no minuto em que termine o mandato europeu de Portugal. Se não fosse um mandato tão importante, já devia ter-se demitido!

SimNão disse...

O que me chateia é o facto de se gastar tanta tinta porque o José Socrates tirou, ou deixou de tirar, o curso na Universidade Independente.


Provavelmente teve o mesmo tratamento que muita gente com dinheiro que compra os cursos em Universidades Privadas, é algo corriqueiro em Portugal, não quer dizer que esteja bem, mas também me parece que ele não fez mais que muita gente. E perder tanto tempo a discutir uma parvoíce destas parece-me parvo, passe a redundância.

Claro que não é correcto da parte dele, mas se calhar o importante era resolver o problema das privadas e exigir alguma excelência a esses cursos, para que ao menos as pessoas paguem para aprender coisas de jeito, sem querer generalizar.

Quanto à atitude do Público quase que parece o 24Horas ou outros jornais mais tristes. E acho que perde muito tempo com a licenciatura do José Socrates, querem encontrar um padrão, é?

Não sei se esta treta da Independete prova que ele é corrupto ou não, mas se não prova e se grande parte das pessoas já cagou para a situação, já arranjavam alguma coisa para criticar que valha a pena.

Eu não sou o fan do número 1 do José Socrates, mas tou bastante farto da cena da Independente, é só isso. E passado não sei quantos dias agora voltam a pegar no assunto, cheira-me que alguém quer à força foder o José Socrates.

Mas parece-me uma demanda solitária.

E digo-te, fosse o nosso maior problema o José Socrates ter ido comprar um curso à Independente.

morpheus disse...

O meu problema não é tanto a tinta que corre, ou politiquices e vinganças pessoais que este ou aquele meio de comunicação fazem ou deixam de fazer. Mais que a própria moral e ética de alguém que devia dar o exemplo a um País, a mim irrita-me justamente o facto de grande parte das pessoas se estar a cagar para a situação, como tu próprio afirmaste. Para mim, significa que o País, como um todo (leia-se, a maioria dos Portugueses), é tal e qual como o Sócrates, daí que seja muito fácil tolerar toda a corrupção, irresponsabilidade e incompetência que assola (e creio que assola não é um termo demasiado forte neste caso) Portugal.

Isto, claro, para a maior parte. Eu? Eu vou pôr-me nas putas.