segunda-feira, março 21, 2005

No princípio era a vontade

Nunca fui um escritor nato, nunca usei os cadernos da escola para mais do que copiar o que os professores escrevem no quadro ou para resolver exercícios, nunca tive um diário, nunca escrevi para nenhum jornal de nenhuma das escolas que frequentei, mas apesar deste meu passado vazio em termos de escrita "clássica", desde que começaram a surgir os blogs, sempre senti crescer em mim vontade de possuir um. Julgo que o facto de desde há alguns anos (cerca de sete anos) passar boa parte do meu tempo a martelar em teclados de computador, inicialmente no IRC(Internet Rellay Chat) passando por outros programas de chat (netmeeting, icq, etc) e mais recentemente no supra-sumo Messenger, me fez gostar à partida do conceito dos Blogs, conceito esse que até traz alguma novidade visto ser um espaço de condensação de palavras, ideias e pensamentos ao contrário dos programas de chat que conduzem a uma maior dispersão, proporcional ao número de pessoas com quem estamos a falar a dado momento.

A escolha do nome para este blog foi talvez a parte mais complicada, depois de ter tentado meia dúzia de nomes que já estavam tomados decidi deixar de andar às voltas à procura de um nome adequado e ir directo ao cerne da questão e como se diz por aí que "no meio é que está a vírtude" optei por apontar para lá e aqui está o meio, que espero vir a encher-se de virtudes, ou então de tentativas.

Esta não é contudo a minha primeira experiência com os blogs. À cerca de um ano, mais ou menos, juntamente com uns amigos iniciei um blog cujo objectivo era manter o registo electrónico dos atrofíos e filmes criados durante as cansativas sessões de estudo a que somos sujeitos, contudo não foi um projecto de longa duração...acho que constatamos que é mais fácil viver os 'filmes' do que relatá-los.
Mais recentemente tenho vindo a participar no blog criado por um grande amigo meu e cujo o conteúdo é do mais corrosivo e odioso possível, sendo esse o objectivo do blog aconselho-o vivamente a todos quantos julguem ter estofo para aguentar tal leitura;) .

Simão


no princípio era a vontade de o fazer, agora é a esperança de o conseguir manter!=)

1 comentário:

Cláudio Alves disse...

Bem vindo à blogesfera, Simão e antigo parceiro de outras andanças bloguísticas.
Passarei por aqui.. Espero que também aqui arranques sorrisos à malta. Os meus cumprimentos, Homem Fantasma.