quinta-feira, abril 06, 2006

Eu sou a favor...mas com calma!




Acho que ninguém deve perder o subsídio por recusar prostituir-se, não é como se lhe estivessem a oferecer um contrato de secretária.

3 comentários:

Joana disse...

Concordo contigo, Simão, mas se tivesse que escolher... preferia 1000 vezes perder o subsídio!!!

Cruzes!!!

Gokuu disse...

Depende do ponto de vista.

A partir do momento em que a prostituição é legal, passa a ser considerada como uma profissão como outra qualquer.

Por isso, se se perde o subsídio por recusar ser secretária, porque não perder por recusar ser prostituta?

SimNão disse...

Acho que deve haver um diferenciamento entre algumas profissões... Uma profissão que implica, quase exclusivamente, o "uso" do corpo de alguém não pode ser equiparada a uma profissão que implica o "uso" do intelecto...

Deve haver diferenciação se não cai-se no ridículo...