terça-feira, julho 12, 2005

Quando eu for grande quero ser...

Desde muito novos que nos fazem pensar neste assunto e na primária escrevem-se muitas composições sobre algumas das possibilidades que possam vir a completar aquela frase, 'Se eu fosse médico seria...', 'Quando for grande quero ser jogador da bola', etc. Normalmente não na altura dessas composições que se decide o que quer que seja, mas é uma ajuda para fazer pensar nas possibilidades.

Mas não é só na primária que se pensa nisso, ainda ontem pensei que gostaria de ser polícia. Ia eu de mota na faixa esquerda da Via de Cintura Interna (VCI), no Porto, todo contente quando vejo, pelo retrovisor, uma mota a aproximar-se. Como não me acho o dono da estrada e, quando posso, gosto de facilitar a passagem, mudei para a faixa à minha direita e deixei a mota passar. E foi quando ela estava a passar por mim, e eu olhei para ela, que eu pensei 'eu agora gostava de ser polícia'...

É que na mota, que era uma DTR (para quem não percebe nada de motas (um bocado como eu) é uma mota tipo mota de cross), não ia só uma pessoa nem sequer duas, iam três pessoas, um rapaz à frente de capacete e duas raparigas atrás, e as duas sem capacete. Para piorar o cenário iam todos com traje de banhistas calção, t-shirt e chinelo, e isto numa mota que não tem assim muito espaço para levar um pendura! Fiquei mesmo revoltado, ainda para mais iam para aí a 120 Km/h numa via rápida, como a VCI! É de uma irresponsabilidade que dói, pena que não estava ali nenhum polícia para tratar do assunto.

Não percebo como é que há gente ignorante ao ponto de se arriscar a fazer uma estupidez daquelas, é que se por azar tivessem um acidente a coisa ia ficar muito feia, principalmente para as penduras.

Enfim, simplesmente estupidíficante!

Simão

2 comentários:

Juari disse...

Atropelavas Simão!

Milocas disse...

Talvez a sensibilização ajudasse mais que um polícia pronto a multar... O que faz falta é a consciência do perigo. Mas um "bom" português, infelizmente só reage quando lhe apertam com o dinheiro e não com medidas de sensibilização de segurança :(